Mecânico de Aeronaves: carreira sólida e promissora!

Mecânico de Aeronaves: carreira sólida e promissora!

Motores, sistemas elétricos, hidráulicos, engrenagens e avançados componentes tecnológicos fazem parte da rotina de um mecânico de aeronaves, profissional habilitado para atuar em companhias aéreas e empresas ou corporações que operem no ramo da aeronáutica. A carreira é umas mais valorizadas na aviação, e tende a seguir em crescimento com as boas perspectivas do setor.

A performance do mecânico influencia significativamente na qualidade do transporte aéreo, considerado o mais seguro do mundo. Apesar de se concentrar em empresas de transporte regular de passageiros (40% dos profissionais estão empregados nelas), a atividade também é marcante em empresas de manutenção e reparação de aeronaves e nos setores de apoio à agricultura, transporte de carga, indústria e comércio de peças e acessórios. Por ser uma formação relativamente rápida, a ascensão profissional pode acontecer bem cedo, por volta dos 30 anos, e abrir caminho para trajetórias de sucesso e valorização dentro e fora do Brasil.

Conforme apuração do mais recente Anuário da Aviação Civil, a profissão é a terceira que mais emprega no setor, ficando atrás apenas de Agentes de Aeroporto e Comissários de Voo. O piso salarial é de R$3,3 mil, mas muitas empresas aumentam os salários para reter bons profissionais.

Mercado em alta, formação agilizada

Em 2017, a aviação civil realizou 2,3 milhões de operações entre pousos e decolagens no país, sendo 75% de aviação comercial e 25% de aviação geral. O estado de São Paulo concentra 61% da frota de aviação comercial, e o Rio Grande do Sul aparece como o quinto colocado no quesito. A região Sul, por sua vez, é a maior em número de aeronaves habilitadas para operações aeroagrícolas (473 unidades). A categoria de Serviço Aéreo Privado é a mais abundante no Sul, com 1.304 aeronaves.

Com o crescimento do mercado e as previsões positivas, aumenta, também, a demanda pela manutenção de aviões e helicópteros. De acordo com o Instituto Brasileiro de Aviação, a frota nacional supera 22 mil aeronaves (sem contar os modelos de uso militar). Diferentemente da profissão de Comissário, por exemplo, que se concentra na modalidade comercial, a Manutenção de Aeronaves é essencial em todas as áreas da aviação, abrindo leques em ramos menos conhecidos e procurados.

Aqui na Flight, a formação em Manutenção em Aeronaves é dividida nos módulos Básico e em três Habilitações (Célula/ Aviônicos/ Grupo Motopropulsor). Por ser um curso Técnico com reconhecimento do MEC, fornece diploma que permite inscrição no Conselho Regional e Engenharia e Agronomia (CREA). Entre as disciplinas do programa estão sistemas de gestão, informática, comunicação oral e escrita e Controle Técnico de Manutenção (CTM).

Para fazer a inscrição no Básico, que é requisito para as Habilitações, é preciso ter pelo menos 18 anos e Ensino Médio completo.  As turmas são realizadas no turno da Noite (segunda a sexta, das 19h às 22h, com duração estimada de 18 meses) e aos Sábados (das 8h30 às 17h30, com duração estimada de 24 meses). Para quem efetuar a inscrição até o fim do mês de julho de 2019, oferecemos um desconto de 20% na primeira parcela. Mais informações podem ser obtidas diretamente na escola ou pelo telefone (51) 3325 2114.

Veja abaixo como funcionam as Habilitações:

Célula

Prepara, documenta e executa manutenção preventiva e corretiva de aeronaves no tocante a materiais, componentes estruturais, peças, cabines e compartimentos pressurizados, superfícies de sustentação e controle e integração com sistemas de controle, segundo publicações técnicas e normas nacionais e internacionais, objetivando a garantia da segurança de voo.

Aviônicos

Prepara, documenta e executa manutenção preventiva e corretiva de aeronaves no tocante aos sistemas elétricos e eletrônicos de navegação, comunicação, monitoramento e controle da aeronave, bem como de seus componentes e sensores, painel de instrumentos e sistemas de cabines, segundo publicações técnicas e normas nacionais e internacionais objetivando a garantia da segurança de voo.

Grupo Motopropulsor

Prepara, documenta e executa manutenção preventiva e corretiva de aeronaves relacionadas aos mo¬tores convencionais, hélices, rotores e sistemas de transmissão, motores à reação, turbinas, sistema de alimentação de combustível, lubrificação e integração com os sistemas de controle e monitoramento do voo, segundo publicações técnicas e normas nacionais e internacionais do setor aeronáutico, objeti¬vando a garantia da segurança de voo.